coaching é para todos

Coaching é para todos, e mais do que nunca, tem se popularizado como técnica de autodesenvolvimento e transformação pessoal.

Ouço, com frequência, que atualmente “todo mundo é coach”. Pode até ser. De fato, a procura pela formação em coaching é enorme.

Mas quem é coach de fato? Não basta ter a formação em coaching na melhor escola do país. É necessário ser uma pessoa madura, experiente no nicho em que resolveu atuar, que busque incessantemente o seu próprio autodesenvolvimento.

É um profissional que, antes de mais nada, tenha como missão ajudar pessoas, cuidar de pessoas.

Então, como escolher um coach? Olhe para o currículo desta pessoa, veja o que ela já fez na vida, veja se há depoimentos ou testemunhos de coachees, veja o que ele publica, o que escreve, o que pensa… E analise se o profissional tem outras formações além do coaching como PNL, Psicologia Positiva, Hipnose….

As pessoas são do mesmo tamanho

É para todo mundo. E para sempre. Todos deveríamos passar por vários processos de coaching durante a vida. O coaching é a arte que conecta pessoas, onde as pessoas são do mesmo tamanho. Ele tem como proposta levar o indivíduo do ponto onde ele se encontra hoje para onde ele quer chegar. E o melhor, com prazo para isso. O coaching tem a duração média de 10 a 12 sessões.

Por que o coaching dá tão certo?

Porque o coach não dá conselhos. Ele caminha “junto” com seu coachee na busca por respostas que estão dentro dele mesmo, mas que ele não tem as ferramentas para acessá-las sozinho. Você sabia que se você der conselhos para alguém a chance dele fazer o que você aconselha é mínima? Mas, se o indivíduo, ele mesmo, encontrar uma solução, ele se compromete a realizar e a chance disso acontecer é quase 100%.

Ao longo desta minha vida a partir do coaching – sim, tenho uma vida antes e uma depois do coaching – não paro de me fazer perguntas e buscar respostas, de aprender cada vez mais sobre o ser humano, participando de cursos de Reiki, Hipnose, Constelação Familiar, Terapia Vibracional, Mecânica Quântica, Ho’oponopono e Psicanálise, com a intenção de me conhecer mais e mais, me potencializar cada vez mais para ajudar mais e mais pessoas.

Todo mundo tem “dores”. O coaching, associado a outras técnicas e ferramentas, lhe ajuda a identificar sua ferida, a abri-la e cicatriza-la. Falarei mais sobre estas “dores” no próximo artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *